Sega Nomad – O projeto Vénus

Desde a época dos primeiro videogames sempre tivemos o sonho de conseguir jogar nossos jogos favoritos a hora que quisermos. Em 1979 o mundo dos portáteis conheceu o seu primeiro grande marco: o Microvision, lançado pela Milton Bradley Company. Desde então os portáteis sofreram diversas mudanças e também contaram com alguns hardwares bem curiosos, como é o caso do Genesis Nomad (Sega Nomad), que vamos conhecer no post de hoje.

A Sega com certeza é lembrada com muito carinho por todos os jogadores brasileiros. Seja por conta do estrondoso sucesso do Master System, ou pelo excelente mercado que a empresa encontrou junto a TecToy em território nacional. Porém, uma coisa que pouca gente sabe é que em certo momento, a Sega decidiu apostar em um console portátil que trazia o mesmo potencial de seu sucesso de mesa, o Mega Drive, para tentar competir com a gigante Nintendo, que imprimia dinheiro com seu GameBoy e também servir como continuação do Sega Game Gear.

Resultado de imagem para sega nomad

Lançado em outubro de 1995 por 180 dólares, exclusivamente nos Estados Unidos, o Genesis Nomad prometia trazer toda a experiencia do console da Sega (o já famoso Sega Genesis) para o mundo dos portáteis, utilizando os já conhecidos cartuchos do MD. E isso foi alcançado com um hardware quase que 100% similar ao console original. O portátil era poderosos e mostrava coisas que só iriamos ver anos mais tarde em um console de mão. Porém, toda essa potencia tinha seu preço: por conta de sua tela LCD retroiluminada de 3,5 polegadas e de seu poder quase que idêntico ao console original o portátil necessitava de 6 pilhas AA ou então com o Genesis Nomad PowerBack (bateria para o portátil) que garantiam para ele aproximadamente 3 horas de jogatina.

Resultado de imagem para sega nomad

O Nomad também trazia quase que total compatibilidade com os acessórios do Genesis, como o Sega Activator, Mega Mouse e o falecido Sega Channel. Ele também contava com a possibilidade de se ligar um segundo controle para jogos multiplayer (através de um acessório parecido com o mult-tap) e também de conectar o aparelho a um televisor. Embora ele fizesse uso de um hardware similar ao original, o console não conseguia fazer uso das expansões lançadas para o Mega, como o Sega CD, o Sega 32x e a Power Base Converter.

Apesar de ser um portátil surpreendente para a época, originalmente ele havia sido projetado para contar com uma tela sensível ao toque (coisa que já havia sido feita 2 anos antes no portátil Game.com) porém a Sega decidiu tirar essa ideia do projeto por conta do alto preço que isso acarretaria no produto final.

Por ser um console baseado em um hardware que já existia no mercado, ele possui uma vasta biblioteca de games: quase todos os jogos lançados para o Mega Drive eram compatíveis (menos os que faziam uso de algum hardware especifico que não poderia ser usado no portátil).

Mesmo com tudo isso em a seu favor o portátil nunca decolou: o mercado percebeu que a Sega não aprendeu com seus erros, e muitos problemas duramente criticados do seu predecessor Sega Game Gear ainda estavam presentes no Genesis Nomad. Outro ponto negativo é que quando foi lançado, o Mega Drive já estava próximo do fim de seu ciclo, o que não ajudou nas vendas do portátil.

Infelizmente o console foi descontinuado em 1999 após decisão da Sega em manter seus esforços no Sega Saturn. Porém, este vai ser para sempre conhecido como o ‘Mega Drive portátil’.

E você, já conhecia o Sega Nomad?

Resultado de imagem para sega nomad

*Curiosidades: Por não possuir um botão de reset, o console era imcompativel com jogos que se utilizavam desse botão, como o X-Men.

Em seus últimos dias, o console podia ser encontrado por 1/3 de seu valor inicial.

Projeto Vénus era o codinome do aparelho durante o seu desenvolvimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: