Sega TeraDrive – O combo da Sega

Dificilmente quando pensamos em Sega pensamos em computadores, porém, em certo momento de sua jornada, a empresa decidiu tentar abocanhar uma parcela deste mercado com o Sega TeraDrive, um hibrido entre IBM PC e Mega Drive. Porém, esse projeto nunca decolou e hoje fica apenas no hall das curiosidades da Sega.

Lançado exclusivamente no mercado japonês em 1991, o Sega TeraDrive foi desenvolvido pela Sega e fabricado pela IBM. Basicamente ele era um computador IBM PC (que já estavam em alta na época) com um Mega Drive integrado. O TeraDrive conseguia fazer com que o Mega e o PC se conversassem em tempo real, uma vez que ambos se localizavam na mesma placa-mãe, abrindo uma oportunidade de exploração nunca antes vista em um computador doméstico, porém, por conta de sua falta de sucesso, essa função só foi utilizada em uma ferramenta, chamada “Puzzle Construction“, que nada mais era do que uma ferramenta para que o próprio usuário desenvolvesse jogos de puzzle similares a Columns.

Na sua aparência, o computador mais parecia um aparelho de VHS com um monitor em cima do que um computador IBM, como estávamos acostumados a conhecer. Em sua frente é possível encontrar a entrada para os cartuchos de Mega Drive, 2 entradas para controles de Mega, 2 entradas PS/2 (Mouse e teclado), 1 leitor de disquetes, 1 saída de áudio P2 e botões de volume, seleção entre modo MD~PC, reset e power.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em questão de hardware, o TeraDrive já era um PC ultrapassado desde o seu lançamento, trazendo uma CPU 80286 de 10MHz (lembrando que em 1989 o mundo dos computadores já conhecia o seu histórico 80486), uma CPU Motorola 68000 e uma Zilog Z80 (ambos os processadores presentes também no Mega Drive original). O sistema também contava com 640KB de RAM (Modelo 1), tudo isso pela bagatela de ¥148,000 (algo em torno de $1100 dólares nos dias atuais). Abaixo você confere uma tabela com a comparação entre os 3 modelos, repare que a diferença entre eles é apenas em armazenamento, memória e, obviamente, preço.

Capturar

Apesar de nunca ter sido um sucesso de vendas, a Sega tinha grandes planos para o console, como sua própria versão do Mega-CD, já que o console contava com uma porta de expansão igual a do Mega. Porém todos os planos vieram água abaixo assim que a Sega percebeu que o mercado não havia se entusiasmado com o console, fazendo com que ela se focasse ao máximo no desenvolvimento do Sega Saturn.

Mesmo com todo esse histórico, este tipo de projeto acabou migrando para fora do Japão em 1993, com o Amstrad Mega PC, porém iremos conhecer melhor esse outro projeto curioso em outro post.

gun_ship-img1200x1200-1506843314ttqcfr30617

Agora me diz, você já conhecia o Sega TeraDrive? O que achou da ideia da Sega?

*Curiosidades: Havia um rumor de que o Sega TeraDrive acompanhava um kit de desenvolvimento para jogos de Mega Drive, porém isso de fato nunca existiu, e esse rumor provavelmente se originou por conta do jogo que já vinha no console, o Puzzle Construction.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: