Digital: A love Story (PC)

Todos nós temos aquele jogo que nos faz perder horas e horas a fio sem ao menos perceber que o tempo está voando. No meu caso a minha mais recente experiência do tipo foi com um jogo indie de computador pouco conhecido: Digital: A Love Story.

O jogo foi completamente desenvolvido e publicado por Christine Love em 2010, uma escritora que em algum momento perdeu o rumo e acabou flertando com a criação de jogos de videogame. Conhecida por seu jeito único de falar sobre amor e sexualidade ela sempre procura tratar como nossas relações são afetadas nos tempos modernos, onde a tecnologia e mídias sociais fazem parte de nosso dia a dia. Os jogos dela podem ser encaixados no gênero de ‘visual novel’, porém ela tenta ao máximo fugir dos padrões que esses jogos seguem, tentando fazer com que o jogador sinta algo mais humano e real durante a experiência.

Digital foi o primeiro grande sucesso de Christine no mundo dos games, e por incrível que pareça ele não tinha a ideia original de ser um jogo, uma vez que ele é apenas uma sucessão de eventos que são disparados pelo próprio usuário (jogador). O game em si pode ser resumido apenas em um ‘point-and-click’, com uma interface que lembra os antigos computadores (mais especificamente da família AMIGA de computadores), o jogador deve desenrolar toda a história através de ações, que incluem trocar emails e mensagens, acessar alguns BBS, etc. O objetivo no início não é definido, deixando apenas a critério do jogador toda a exploração. Porém, a história começa quando o jogador encontra um usuário de nome *Emilie e começa a criar laços com ela.

O jogo possui uma ênfase muito grande em seu conteúdo textual, colocando detalhes que normalmente só vemos em livros (provavelmente pela criadora ser uma escritora) e dando uma certa profundidade em todos os ‘NPC’s’, o que faz com que o jogador mergulhe de cabeça no universo criado pelo game. Um outro ponto que torna o jogo mais profundo é sua trilha sonora, composta por composições chiptunes, clássicas de jogos do computador que o game imita (Amiga), mas que tornam toda a ambientação algo único.

Mesmo sendo uma experiencia curta (em torno de 2 horas de jogo) provavelmente irá prende-lo até o final e deixará você com aquele sentimento amargo quando terminar. O jogo pode ser encontrado gratuitamente em seu site oficial e roda em quase todos os computadores. O jogo ainda rendeu 3 sucessores espirituais e saiu em diversos sites da ‘mídia especializada’.

E você, já conhecia esse jogo?

Um comentário em “Digital: A love Story (PC)

Adicione o seu

  1. Interessante.Esse jogo me lembrou demais o primeiro Emily”S awais de Pc.Porem só que com mais animações do que o outro jogo que eu citei.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: